Mais de 16.000 asturianos estão chamando para não enviá-los propaganda eleitoral

Um total de 810.367 pessoas pediram ao Instituto Nacional de estatística (INE) em municípios e consulados para não ser enviado propaganda eleitoral para as eleições gerais em 10 de novembro, que envolvem a repetição do 28 de abril por causa da impossibilidade de formar um governo. No caso das Astúrias, 16.039 pessoas pediram para não ser suncened pela propaganda eleitoral.

De acordo com os dados fornecidos pelo INE, recolhidos pela Europa Press, 810.367 pessoas pediram para ser excluído do censo que é distribuído às partes e usado para enviar propaganda eleitoral para os cidadãos. Este é o número até 7 de outubro, o prazo para encomendá-lo e que foi eficaz nestas eleições. As solicitações recebidas a partir dessa data não se aplicarão na eleição de 10 de novembro e serão aplicadas nas seguintes eleições.

Deste montante, 808.493 correspondem ao censo de residentes espanhóis (CER) e 1.874, ao dos espanhóis que residem fora da Espanha, os residentes ausentes (CERA).

O maior número de petições foi produzido em Madrid, com 155.219 longe do próximo círculo eleitoral, que é Barcelona, onde um total de 89.698 cidadãos não querem ser enviados para casa para 10N propaganda eleitoral.

Eles são seguidos por Valência, com 41.852 eleitores que rejeitam a publicidade; Sevilha, com 39.865; Alicante, com 25.707; Zaragoza, com 24.736; La Coruña, com 20.503 e Cádiz com 20.255.

As outras províncias caem da figura de 20.000 eleitores, embora sejam muito próximos: Granada, onde 19.161 cidadãos pediram que nenhuma propaganda das partes e de Murcia, onde 17.935 o fêz.

Entre 15.000 e 16.000 eleitores a solicitaram nas Astúrias (16.039), Córdoba (16.206), Biscaia (15.639) e Ilhas Baleares (15.224); Pontevedra (14.923). Entre os 13.000 e 14.000 cidadãos, eles pediram para não receber publicidade em Las Palmas (13.376); Tarragona (13.419) e Valladolid (12.430).

E no ambiente dos 10.000 e 12.000 cidadãos, em Navarra (11.929); Santa Cruz de Tenerife (11.332); Alava (10.949) e Almería (9.324).

Ceuta e Melilla, em linha

No resto dos círculos eleitorais, as petições foram inferiores a 10.000 eleitores. Onde houve menos de 3.000 pedidos, foi em: Melilla (903); Ceuta (1.044); Soria (1.897); Bacia (2.280); Ávila (2.825); Zamora (2.864) e Palencia (2.907).

Entre 3.000 e 5.000 pedidos ocorreram em: Guadalajara (4.047); Lugo (4.174); Ourense (4.603); Segovia (3.271) e Teruel (4.547).

E entre 5.000 e 10.000 eleitores: Almería (9.324); Cantábria (9.297); Girona (8.615); Castellón (8.004); Badajoz (7.878); Huelva (7.697); Albacete (7.580); Cacers (5.908); Ciudada real (6.713); Lleida (5.156); La Rioja (7.173); Salamanca (6.982) e Toledo (7.641).

Add a Comment

Email của bạn sẽ không được hiển thị công khai. Các trường bắt buộc được đánh dấu *